WhatsApp

Mande sua mensagem

(19) 98287-8244 whatsapp / (19) 2511-0122 [email protected]

Tudo sobre Portaria Virtual. Entenda as Vantagens com este Guia Completo

A portaria virtual é um sistema que atua com objetivo de garantir a segurança e controle de acesso.

 

Esta ferramenta trabalha em conjunto com profissionais de segurança e empresas que atuam no segmento reduzindo bastante os custos de portaria para edifícios e condomínios.

E como já sabemos, cada vez mais é comum ver no noticiário dados sobre a violência. Devido a este cenário é importante procurar pelas melhores alternativas em tecnologia para segurança.

Pensando nisso, a portaria  eletrônica (virtual) é um meio moderno e seguro de garantir a administração de acessos. Com esta tecnologia é possível trazer algumas vantagens para os moradores e clientes.

 

No artigo de hoje, vamos entender um pouco mais sobre alguns pontos como:

 

 

Se você deseja saber um pouco mais sobre este tema e ficar por dentro, confira o artigo até o final! Boa leitura!

 

 

Portaria virtual: Como funciona

Através do porteiro virtual não é necessário ter um porteiro físico.

Isto é possível, pois o mesmo pode ter o papel de fazer a identificação de entrada através de biometria e vídeo.

O intuito desta portaria é permitir a abertura e o fechamento de portas e portões.

Isto pode ser aplicado na entrada e até mesmo na garagem do edifício.

Todo o processo acontece de forma automatizada, assim o morador organiza o controle de acesso desde visitantes aos prestadores de serviço.

Para ficar mais prático é entender como funciona podemos citar um exemplo simples. Um visitante ou prestador de serviço chega até o condomínio e toca o interfone do usuário.

Através da câmera (ou interfone) é possível identificar e de forma facilitada liberar o acesso do seu próprio apartamento.

Este controle de acesso funciona como um sistema de identificação. No entanto, é preciso explicar que a portaria virtual utiliza um sistema informatizado com controle.

Ou seja, posteriormente é possível ter acesso a estas informações em caso especial. Logo garante a segurança do local e evita falhas, já que a tecnologia se mantém em constante atualização com objetivo de atender os moradores.

 

Como saber se o condomínio precisa da portaria virtual

A portaria virtual pode ser uma solução para os condomínios de prédios ou residenciais.

Para este tipo de serviço é preciso entender um pouco do porte de cada empreendimento.

De qualquer forma esta questão precisa considerar o local e a necessidade do serviço. Neste ponto é preciso levar em conta o tamanho do conjunto habitacional.

Os condomínios residenciais muitas vezes apresentam várias torres e mais de uma portaria, por isto, é importante avaliar o dimensionamento para a contratação do serviço.

Enquanto os prédios com porte menor demonstram uma maior facilidade em aderir ao sistema. Mas além destas questões é preciso analisar o perfil dos moradores.

Esta questão é fundamental já que é preciso saber se estes vão conseguir adaptar as tecnologias.

Inclusive se todas estas funções vão ser inseridas com facilidade na sua nova rotina. Antes de definir é necessário saber as respostas destas questões.

 

 

Vantagens da portaria monitorada

Este sistema (porteiro eletrônico) para condomínio pode proporcionar diversas vantagens para o morador.

A principal é relacionada a economia. De qualquer modo este tipo de portaria envolve uma coletividade, já que exige que moradores e funcionários adotem a forma de acesso do local.

De qualquer forma, com as melhorias das tecnologias e o avanço da “internet”, o sistema da portaria virtual exige uma infra estrutura de funcionamento completa.

Um benefício é que a portaria garante a diminuição das despesas para os seus moradores. Através do sistema é possível administrar diversas portarias.

Mas outra vantagem é a segurança para o condomínio. Em caso de invasão do condomínio, normalmente os criminosos desejam controlar a portaria.

Com o uso do sistema isto não é possível, além do que com a redução de custos permite o investimento em um sistema eficiente para cobrir a vulnerabilidade do local.

Outro ponto positivo com o sistema é a possibilidade de terceirizar a segurança e diminuir o risco com processos trabalhistas.

Ainda a ausência do porteiro físico evita que este profissional seja rendido por criminosos.

Além disso, o seu funcionamento é 24 horas, garantindo que o condomínio mantenha-se seguro, principalmente pela instalação de equipamento eletrônicos que garantem a segurança do espaço.

Deste modo, garante uma maior eficiência e um serviço viável para os condomínios residenciais e comerciais.

Neste ponto para que o sistema funcione pode ser exigido alguns tipos de equipamentos. Abaixo segue uma breve lista.

 

 

Tudo sobre Portaria Remota:
Um Guia Prático.

Serviços de portaria

Sistemas de biometria, apps ou tags

Este sistema pode ser solicitado para garantir controle da entrada e saída dos moradores.

Neste caso os dedos podem servir para acionar as portas. Entretanto, cartões, tags e “QR code” também podem ser usados.

Geralmente os visitantes e prestadores de serviços podem ser cadastrados com fotos e informações pessoais.

Estes dados também abrange as pessoas  que estão no condomínio.

 

Sistema de telefonia

A rede de comunicação garante o contato da empresa com o condomínio.

 

Câmeras

As câmeras são importantes para que garanta a transmissão de imagem e som pela “internet”.

 

Monitoramento 24 horas

A câmera faz o seu monitoramento contínuo e verifica toda entrada e saída do condomínio. Se acontecer qualquer anormalidade pode ser detectada direto com a central responsável pelo monitoramento.

 

Registro

O registro tem como função verificar a entrada e saída dos moradores, visitantes e até os funcionários do condomínio.

 

Arquivos na nuvem

Para facilitar a recuperação dos arquivos é natural que as imagens e vídeos estejam todos salvos em um serviço na nuvem.

 

Gerador ou Nobreak

Para lidar com a queda de energia é preciso ter um gerador ou nobreak para que os portões e aparelhos de segurança mantenham-se seguros.

 

 

Principais dúvidas sobre portaria virtual

Correspondência em prédio com portaria virtual

Geralmente esta é uma das questões que levantam muitas dúvidas.

Mesmo com a ausência do porteiro no prédio (nem todos) as encomendas precisam ser encaminhadas para o zelador do condomínio (se tiver).

No caso que o zelador não existe as encomendas somente são enviadas para o morador.

Para as entregas que exigem uma assinatura segue o padrão com o visitante.

Logo deve acontecer por um interfone (entrada do prédio), assim o usuário da empresa segue contato com o morador.

Para facilitar este trabalho é indicado que os condomínios estejam cientes sobre as regras para evitar qualquer transtorno.

 

Falta de energia

Em caso de falta de energia, o sistema é inteligente e utiliza um equipamento para proteger contras as oscilações da rede, como o nobreak.

Caso ocorra a falta de energia elétrica as baterias conseguem prolongar a utilização dos equipamentos conectados.

Ainda é fundamental que o condomínio tenha um gerador (para equipamentos de segurança eletrônica e portões). Por meio do sistema  é possível manter o funcionamento até em momentos que ocorre a falta de energia.

 

Perda da conexão com a “internet”

O condomínio precisa ter mais de dois links ativos e de operadoras variadas. Com isto se ocorrer qualquer problema técnico com a “internet” a comunicação se mantém por meio de um link “backup”.

 

Portão quebrado

Neste caso é preciso verificar o contrato de prestação de serviços. Geralmente é reservado um funcionário para que faça o reparo do equipamento.

 

Leitor biométrico sem leitura

Todo leitor biométrico deve ter uma câmera IP com microfone e alto-falante.

Por meio desta tecnologia é possível que o morador consiga uma comunicação com operador.

Se ocorrer problemas de leitor, através  da sala de operações é possível liberar a entrada do usuário.

 

Equipamentos presentes na casa

Conforme regra é exigido que o morador tenha um interfone.

Os interfones com vídeos não são necessários, pois é possível que a empresa oferece as imagens por meio da portaria “online”.

Assim o morador consegue ver as imagens através do seu celular, “tablet” ou computador.

 

Alteração da estrutura do condomínio

Para que o item funcione bem em todos os pontos deve ocorrer a instalação do interfone.

Ainda é preciso ter sistemas de abertura e fechamento de todas as portas e dos portões para que o processo seja feito remotamente.

Adesão ao sistema

Para que seja aplicado no edifício é preciso orientar-se sobre a convenção do condomínio.

Em alguns casos, pode ser necessário que o assunto siga para uma reunião de assembléia.

Todo este processo precisa ser aprovado pela coletividade.

Diante disso o “quórum para aprovação” vai ser alterado conforme convenção do empreendimento.

Em exemplo, se o documento apresentar local com portaria 24 horas o certo é que exista uma aprovação de dois terços dos condôminos.

Alguns advogados acreditam que como é uma obra útil deve ser aprovada pela maioria.

Mas independente da escolha é preciso analisar o interesse dos moradores. Inclusive antes de definir o serviço a assembleia precisa votar nos procedimentos que vão ser adotados.

De qualquer forma é necessário que ocorra uma aprovação de 50% dos moradores para que aconteça a instalação da portaria.

Durante esta atividade é fundamental ter o maior número de detalhes sobre o serviço. Isto vale desde as empresas de portaria virtual (algumas especializadas na cidades de Campinas), assim como orçamento, benefícios, entre outros itens.

Neste processo o contrato é útil para garantia dos moradores, tais como:

  • Manutenção dos equipamentos: é preciso que todos estes itens sejam verificados mensalmente pela empresa. A prevenção é um meio de evitar problemas, porém, a manutenção corretiva também deve acontecer para reparar os equipamentos que estão com mau uso.
  • Tempo de resposta: se houve qualquer incidente, como falta de energia, um portão danificado, problema na conexão a empresa deve estar em alerta para oferecer apoio.
  • Treinamento: os operadores remotos e até o zelador precisam ter uma orientação para conhecimento do sistema.

Sendo assim, a maior parte dos condomínios podem utilizar a portaria virtual inicialmente como modo de adaptação.

Isto é uma forma de entender o sistema e ajudar os moradores para implantar o sistema com maior segurança e tranquilidade.

Com o artigo a seguir foi possível esclarecer algumas questões sobre a portaria virtual. Mas e você leitor, tem alguma dúvida?

Quer saber algo mais específico? Conte pra gente!

Deixe sua opinião nos comentários!

Virtua Monitoramento e Serviços.

 

Artigos Relacionados

Antenas de telefonia celular em prédios

  É comum que condomínios precisem de caixa para realizar reformas e manter a infraestrutura do prédio, porém nem sempre o dinheiro é suficiente, o que acarreta altos valores cobrados aos condôminos. Para resolver esse tipo de situação e algumas vezes até baixar...

ler mais

10 principais dicas de segurança em condomínios

  As dicas de segurança em condomínios pode ajudar a convivência em um ambiente confortável e livre de ameaças. Cada vez mais existe o aumento da violência nas cidades, logo a população tem procurado alternativas para viver de modo seguro. Como solução, muitos...

ler mais

0 comentários

TELEFONE

(19) 2511-0122
(19) 2519-1431

ENDEREÇO

Av Dr. Heitor Penteado, 401 - Taquaral – Campinas – SP

Entre em contato